Início
/
Institucional
/
Missão, Atribuições e Legislação
Missão, Atribuições e Legislação

MISSÃO, VISÃO, VALORES E OBJETIVOS

MISSÃO

A ULSG tem como missão a prestação integrada de cuidados de saúde primários, hospitalares, paliativos e de convalescença à população da sua área de influência, com mobilização ativa da comunidade envolvente, tendo em vista o incremento dos níveis de saúde e bem-estar. A ULSG assegura ainda as atividades de serviços operativos de saúde pública e os meios necessários ao exercício das competências da autoridade de saúde na área geográfica por ela abrangida, bem como atividades de investigação, formação e ensino.

VISÃO

A ULSG pretende ser reconhecida por utentes, colaboradores e demais entidades como uma organização que assegura uma resposta de elevada qualidade às necessidades de saúde dos seus utentes ao longo do ciclo vital, pautando-se por rigorosos princípios de eficiência e responsabilidade na vertente económica, financeira, social e ambiental.

VALORES

Humanismo - Ter uma orientação clara para o utente e para o seu bem-estar, respondendo às suas necessidades de acordo com as melhores práticas disponíveis e no respeito incondicional pela sua dignidade intrínseca. Equidade – Promover a igualdade no acesso aos cuidados de saúde, em função do nível de prioridade clínica e a isenção no tratamento de todos os colaboradores. Cooperação - Cultivar a multidisciplinaridade e a cooperação no relacionamento inter-pessoal e na prossecução dos objectivos da instituição. Ética e Deontologia Profissional - Pautar a prática clínica e a tomada das decisões individuais e institucionais pelos mais elevados padrões de conduta. Rigor - Atuar com competência e determinação, tomando decisões com conhecimento e coerência, de forma a assegurar o melhor nível de serviço. Inovação - Atuar com capacidade de iniciativa e criatividade, concretizando novas soluções de forma a assegurar a melhoria contínua dos resultados e níveis de serviço.

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

  1. Reorganização hospitalar, centrada no interesse do doente, integrando princípios de boa governação clínica e empresarial
  2. Articulação e integração vertical de cuidados
  3. Adequação da oferta e reorientação da procura
  4. Promover a melhoria contínua da qualidade
  5. Empreender políticas de recursos humanos que promovam a vinculação e o compromisso com a instituição
  6. Aumentar receitas extra contrato programa
  7. Racionalização de custos

LEGISLAÇÃO